A razão de ainda não ter alcançado o objetivo


Os motivos podem ser variados, de entre eles destacam-se:  o ser apenas uma intenção ou expectativa e não ser concreta; ser uma meta/objectivo pouco realista; ao fim de algum tempo achar que era muito difícil ou iria demorar muito tempo para alcança-lo; deixar de ser importante alcança-lo; sentir que é um objectivo errado; e muitos, muitos outros motivos.

A verdade é que por vezes nenhum destes motivos é verdadeiro, por vezes o objectivo é muito bom e adequado à pessoa. O que na maioria das vezes leva à desistência é não ir ao fundo de quem é para descobrir o que está verdadeiramente a impedir de alcança-lo. Estou a falar de resistências, crenças e pressupostos em que acredita e que a impossibilitam de alcançar o que deseja. 

Esta semana alcancei mais um objectivo a que me tinha proposto. Era algo que eu e outra pessoa tínhamos definido, e em conjunto conseguimos torná-lo possível. Questionei-me o que tinha contribuído para o sucesso do mesmo. E a conclusão é que ambos (eu e a outra pessoa) estamos em equilíbrio. Ambos temos os nossos objectivos pessoais e diariamente trabalhamos para os alcançar. Este equilíbrio permite reconhecer aquilo que está a ser feito a favor ou contra o objectivo, assim como a descoberta e consciência de crenças, resistências e pressupostos sobre o alcance do mesmo.

Ao já ter trabalhado com centenas de pessoas em sessões de coaching individual e em grupo a conclusão a que chego é que a raiz de não alcançar o que deseja, muitas vezes nada tem haver com o objectivo em si.  A verdadeira questão está naquilo que a pessoa diz a si mesma sobre esse objectivo.

A título de exemplo. Nesta altura do ano muitos praticam exercício para estarem em forma para o Verão. Muitas pessoas, e se calhar é o seu caso, estão inscritas no ginásio. No entanto, são muitas as pessoas que não vão ou vão pouco ao ginásio, apesar de estarem inscritas. Algumas dizem a elas mesmas coisas como: “não sei fazer bem os exercícios”, “nunca serei boa a fazer exercício”, “não vou conseguir ficar em forma”. Estes são apenas alguns pressupostos. Por muito que o objetivo seja excelente, com estas crenças será muito difícil alcançar o objectivo. Enquanto não trabalhar em eliminar crenças, muito dificilmente conseguirá alcançar os seus desejos.

Os meus objectivos são definidos de forma realista e concreta. No entanto, a primeira fase do alcance dos meus objectivos incide sobre o meu equilíbrio para descobrir que pressupostos, crenças, resistências me podem impedir de alcançar os mesmos.

Este trabalho que faço comigo é o mesmo que transmito e trabalho com as minhas coachees em sessões individuais. Para que libertem o vazio interior, eliminem as dúvidas, a estagnação e os bloqueios, e se sintam Novamente Completas na vida pessoal e profissional. E se eu e elas conseguimos, você também consegue!

Cultive uma vida com significado!

Ana Rita Costa High balance coach Criadora do programa transformacional Novamente Completa

0 views

Subscreve a minha newsletter

Coaching

Vídeos

Política de Privacidade

Contactos

  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube