O Poder Do Ambiente Social

"Se queres saber como a tua vida será daqui a 5 anos, reflete sobre as 10 pessoas com quem passas a maior parte do teu tempo".

Há anos quando li esta frase, num dos livros do Robin Sharma, admito que foi um processo até assimilar esta afirmação simples.

Hoje, o Ambiente Social, é um dos temas centrais nos meus programas, sobretudo no Programa Confiança, onde trabalhamos passo a passo nos alicerces da confiança para construir uma vida com propósito, foco, realização pessoal e profissional.


Se calhar já deste por ti a dizer coisas parecidas com "as pessoas à minha volta são negativas", "o meu marido/companheiro não apoia as minhas escolhas e decisões", "os meus pais focam-se no medo". Muitas vezes e talvez porque nos formatamos para reagir em automático em vez de agir, são estes pensamentos que travam. Por vezes estes pensamentos travam mais que as pessoas negativas à tua volta.


Sim, eu sei que isto que acabei de afirmar pode ter doído um pouco. Respeito e sei que não é simples criar mudanças rodeado de pessoas que consideras negativas. A questão é que não estamos a falar sobre essas pessoas, estamos a falar sobre ti. Quero que recuperes o teu Poder e que no final deste artigo comeces este processo de criar as mudanças que precisas na tua vida.


Mas calma!


Este processo não é drástico ao ponto de simplesmente "dar um chuto" nas pessoas que consideras negativas, que não te apoiam ou que não te compreendem.


O que precisas em vez disso? Perguntas tu e muito bem.


Deixa-me primeiro clarificar que o ambiente social são as pessoas com quem passas mais tempo.


Cintando Jim Rohn "Somos a média das 5 pessoas com quem passamos mais tempo"


Então, porque é que o ambiente social é algo tão importante na confiança?

Porque é que somos a média das 5 pessoas com quem passamos mais tempo?


Recorrendo a uma explicação simples. As pessoas à tua volta influenciam a tua mente, o teu estado e a forma como te sentes. Na maiorias das vezes este processo ocorre a um nível inconsciente e muitas vezes não sabemos que estamos a ser influenciados por aqueles que nos rodeiam.


Neste momento pode ter surgido alguns pensamentos como:

"Ah! Por isso é que não consigo criar as mudanças que procuro, porque as pessoas à minha volta são negativas! O meu companheiro não compreende as minhas escolhas, os meus colegas de trabalho são negativos, os meus pais focam-se no medo..."


É fácil cair nesta armadilha de colocar fora de nós o Poder e justificar o facto de não conseguirmos X ou Y por causas externas.


Como partilhei anteriormente o meu compromisso contigo é que recuperes o teu Poder. Se me permites vamos a partir daqui focar em ti. Porquê? Porque não podes mudar o outro, mas podes mudar a forma como pensas, sentes e comportas.




Na minha visão do mundo vivemos uma vida muito rica, esta riqueza em parte deve-se às pessoas que entram na nossa vida. Cada um de nós tem características únicas, um poder único, histórias e vivências únicas. Cada pessoa que entra na nossa vida desempenha um papel. Assim como tu e eu desempenhamos diferentes papéis na vida de outras pessoas.



Por exemplo, existem pessoas na tua vida que têm o papel de proteger, de dar amor. Neste papel de amor, podemos dizer que estas pessoas focam-se em que sejas feliz de acordo com a visão delas do mundo. Do outro lado da felicidade existe o sofrimento. A última coisa que estas pessoas, que desempenham o papel de proteção e amor, querem para ti é que sofras. Quando tu chegas, a estas pessoas, com uma ideia que sai fora da visão delas do mundo, o "alarme interno" soa!

Alerta terreno desconhecido!!!!

De forma inconsciente pode surgir um pensamento como "não vou conseguir proteger-te".


Este foi apenas um exemplo, mas que reflete o motivo de muitas vezes partilharmos algo com determinadas pessoas e não sentirmos o apoio delas. Não significa que não queiram o nosso bem, apenas têm um papel na nossa vida e muitas vezes esse papel é: amar!



Reflete sobre as pessoas que te rodeiam e os diferentes papéis que desempenham na tua vida.

Vamos lá refletir sobre as pessoas pelas quais estás rodeado. Que papéis é que essas pessoas desempenham na tua vida?


E tu, que papel desempenhas na vida dessas pessoas?


Escreve a resposta a estas questões num papel de forma a aumentar a consciência sobre ti e o mundo que te rodeia. Com mais autoconsciência podemos criar escolhas mais sábias.



Podemos agora passar aquilo a que chamo...

Ambiente Potenciador


No ambiente potenciador estão as pessoas que expandem os nossos sonhos e objetivos (ideia: colocar na palavra “objetivo” link do artigo 3 armas que precisas para atingir objetivos). Elas expandem os nossos sonhos ao ponto de estes ficarem maiores que a nossa própria cabeça.


Existem três características que procuro no meu ambiente potenciador: apoio quando é necessário apoio, desafio quando é necessário desafio e inspiração, não pelo que dizem, mas pelo exemplo que dão.


Quais as características das pessoas que desejas que estejam no teu ambiente potenciador?


Constrói aquilo que sentes que está em falta

Ana Rita, mas como posso aproximar estas pessoas? No meu ambiente atual não existem pessoas com as características que procuro...

Ora aí está um objetivo ou foco: constrói aquilo que sentes que está em falta na tua vida.


Quando tu constróis aquilo que sentes que está em falta, quando te permites expandir e consequentemente crescer, passas a ser um exemplo das possibilidades e passas a gerar valor para as pessoas que te rodeiam. Da minha experiência e dos muitos exemplos de pessoas que vejo a aplicar estes princípios, quando focas no que te expande e não naquilo que bloqueia, a Vida ajuda de forma poderosa.


Lembra-te disto: o Poder não está fora de ti. O Poder está dentro de ti.


O meu desejo é que assumes o teu Poder, que construas aquilo que precisas na tua vida e que sejas tudo aquilo que vieste para Ser!


67 views0 comments

Subscreve a minha newsletter

Coaching

Vídeos

Política de Privacidade

Contactos

  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube