Razões para resistir à mudança!

Porque me sinto inspirado depois de ler um livro e mesmo assim a minha vida continua igual? Porque fico cheio de energia e entusiasmo depois de um workshop inspirador e mesmo assim a minha vida continua igual? Porque possuo conhecimento sobre como mudar a minha vida e mesmo assim a minha vida não muda?

Talvez faças estas questões a ti mesmo. Vivemos numa altura em que possuímos informação, conhecemos muitas técnicas, teorias e ferramentas, temos acesso a um conjunto vasto de conhecimento. Mas mesmo assim a vida de muitos continua igual.

Será o conhecimento pouco eficaz? Serão as ferramentas, técnicas e teorias apenas adaptadas a alguns?

Muitos conhecem variadas formas de mudar, detêm o conhecimento e a informação. Mas depois não fazem o essencial, – colocar em prática. Ou melhor colocam em prática dois dias e desistem. As ferramentas, técnicas, teorias e conhecimentos, por si não funcionam se não forem colocados em prática – em ação.

O que procuramos são resultados, o conhecimento é apenas um meio para lá chegar. Acredito que o caminho é mais fácil quando temos alguém a apoiar-nos no alcance de um resultado. Conseguimos medir os resultados alcançados, sabendo que esse alguém nos ajudará nos momentos chave do caminho. Este alguém pode ser um amigo, um familiar, um professor, um terapeuta ou um coach. Mas é alguém que sabemos que nos desafia. Que nos faz pensar e deseja o nosso sucesso, tanto como nós mesmos.

O resultado é determinado por ti, de acordo com as ações que empreendes.

O que usualmente acontece depois da leitura de um livro, seminário ou palestra é que afirmamos que vamos ser melhores líderes e melhores pessoas. Poucos dias depois volta-se para a rotina habitual, usando o mesmo pensamento e agindo da mesma forma. E é aqui que todo o conhecimento perde o sentido. A aprendizagem não funciona, porque não houve mudança alguma.

Ao longo do meu caminho como coach, tenho identificado algumas das razões que levam alguns a resistir à mudança. Condicionando e sabotando os passos a dar em direção à transformação. – A primeira razão é o MEDO. Têm medo de sair do conhecido e explorar o desconhecido. Preferem ficar com o que conhecem, mesmo sabendo que aquilo que conhecem é redutor. Mesmo sabendo que aquilo que conhecem não os agrada. Viver no medo é viver uma existência pequena e limitada. É viver numa zona de conforto, que se transforma cada vez mais pequenina e asfixiante.

-A segunda razão é NÃO ACREDITAR. Dizem a elas mesmas que nada funciona, apesar de possuírem o conhecimento. O que estas pessoas, verdadeiramente querem dizer é, “prefiro não acreditar para não me desiludir”. Evitam a todo o custo mudar, por medo de saírem feridas. Têm muitas teorias sobre como a vida “deve” ser, mas verdadeiramente não aplicam nem metade do conhecimento que detêm. Não acreditam em si mesmas.

– A terceira razão é o medo de FRACASSAR. Muitos fogem da falha e do erro. “Se fizer isto e não correr bem?” Por isso muitos nem tentam, recorrem a desculpas tais como: não tenho tempo, não é para mim, isso comigo não funciona… Mas a verdade é que não tentaram ou experimentaram. Fazem uma profecia, baseada no medo de falhar. O único fracasso que existe é o de não tentar!

– A quarta razão que encontro é a busca da PÍLULA RÁPIDA (algo que não dê muito trabalho!). Muitos detêm o conhecimento aplicam dois dias e esquecem! Continuam a agir da mesma forma à espera que o resultado seja diferente. Muitos dizem, “eu fiz, mas não resultou”, acabo por descobrir que apenas aplicaram uma ou duas vezes. Mudar requer hábito, disciplina, treino e uma vontade de querer mudar. A mudança requer compromisso! Mudar é um músculo que preciso de ser treinado e necessita da nossa atenção. Mudar é um compromisso diário. Considero que é um treino para a vida.

Acredito em pequenos passos para grandes mudanças, comprovo na minha vida esta máxima, e vejo esta mesma máxima nos meus alunos e cochees. Aqueles que estão comprometidos detêm o conhecimento, mas estão dispostos a ir além do medo, estão dispostos a sair da zona de conforto, de fracassar e continuar a acreditar neles. Estão comprometidos e não procuram uma solução rápida ou pílula milagrosa. O milagre acontece todos os dias, ao levantarem-se da cama e viverem de acordo com a sua melhor versão.

Agora que conheces as razões que podem estar a sabotar o encontro da mudança. Compreende cada uma delas e encontra formas de as superar. A tomada de consciência é um degrau na mudança.

0 views

Subscreve a minha newsletter

Coaching

Vídeos

Política de Privacidade

Contactos

  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube